© 2017 CURTA BOTAFOGO | Direitos reservados | Reprodução autorizada desde que citada a fonte. 

  • Facebook Social Icon

POSTS RECENTES: 

22.10.2019

Please reload

INGLÊS SOB MEDIDA

AULAS PARTICULARES

Curta Botafogo no Comida di Buteco

 

 Denise Oliveira, a simpática proprietária do Sabor da Morena

 

Nossa ida ao Sabor da Morena para provar o seu “trigau”

 

Curiosos e gulosos que somos, tínhamos de ir conhecer o quitute do Sabor da Morena, um dos representantes de Botafogo no Comida di Buteco 2017, localizado na rua São Manoel 43, bem na esquina com a Praça Mauro Duarte. Logo de cara, fomos muito bem recebidos pelo garçom Vítor, que nos explicou o que era o quitute inscrito – “trigau”, combinação de trigo com bacalhau. Pedido feito, logo veio a cerveja geladinha – Amstel, patrocinadora desta edição do concurso.

 

 Trigau é a aposta do Sabor da Morena para o Comida di Buteco 2017

 

Já nos animamos. Afinal de contas, o mínimo que se espera de um boteco é uma cerveja bem gelada. Aí, veio o “trigau” numa porção de seis bolinhos fritos na hora. E o melhor: sequinhos! Nada de papel todo engordurado. Delícia! Aprovadíssimo!

 

Empolgados, logo estávamos conversando com as outras duas garçonetes – Lene e Priscila – supersimpáticas e solícitas. Não resistimos. Resolvemos provar outra especialidade do Sabor da Morena: “alpenitos” – bolinho de aipim com doritos recheado de provolone. Outra bola dentro!

 

Como já havíamos tomado umas ampolas e um dos itens a serem julgados no concurso é a limpeza do banheiro, fomos dar um confere. Estava tudo nos conformes, bem acima da média da maioria dos botecos por aqui.


Tudo ótimo, mas o ponto alto mesmo foi conhecer a famosa “morena”, Denise Oliveira, a dona do bar e responsável pelas delícias do cardápio. Há 13 anos à frente do Sabor da Morena, Denise demonstra, de cara, que adora o que faz: cozinhar e receber os fregueses com um sorriso no rosto, fazendo com que eles saiam do bar mais felizes do que entraram. Ela mora ali pertinho, na rua Álvaro Ramos, e conhece bem o bairro que foi reduto de sambista.

 

Por causa dessa tradição de Botafogo, é que ela promove uma roda com o grupo Flor do Samba, formado por cinco mulheres, de quinta a sábado, das 19h às 22h, que retornará assim que terminar o Comida di Buteco, dia 15 de maio. Mais um motivo para voltar lá: conhecer as meninas que – segundo vimos na internet – tocam samba de raiz de responsa. Como se a gente precisasse de outros motivos além da cerveja gelada, do quitute gostoso e sequinho e do atendimento maravilhoso.

 

Recomendação para os parceiros de copo de Botafogo.

 

 Detalhe de painel no bar. 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload