© 2017 CURTA BOTAFOGO | Direitos reservados | Reprodução autorizada desde que citada a fonte. 

  • Facebook Social Icon

POSTS RECENTES: 

22.10.2019

Please reload

INGLÊS SOB MEDIDA

AULAS PARTICULARES

Botafogo das rodas de samba e do futebol

 

Professor de História Luiz Antonio Simas conta para o jornalista Fernando Molica como Botafogo é um bairro típico da cultura popular carioca.

 

“Botafogo é um ótimo exemplo de bairro que conseguiu unir uma comunidade”. Quem explica é o professor de História Luiz Antonio Simas, que conversou com o jornalista e escritor Fernando Molica na gravação do quadro “Cultura Popular Carioca”, do programa CBN Rio, realizada na Livraria da Travessa de Botafogo, no dia 25. “Botafogo foi formado, em grande parte, por descendentes de portugueses – donos de pequenos negócios – e por afrodescendentes. Enquanto os primeiros se estabeleceram em vilas próximas ao seu comércio, as populações afrodescendentes ocuparam os morros”, explicou Simas.

 

Graças a essa convivência, Botafogo tem um lugar muito particular não só na história do samba, mas na história do Rio. “Havia o Cantinho da Fofoca, bar fundamental na história das primeiras rodas de samba; o banho de mar à fantasia durante o carnaval; e aqui surgiram alguns bambas, como Walter Alfaiate, Mauro Duarte, César Faria e seu filho Paulinho da Viola”, destacou o professor. Botafoguense, Molica quis “puxar sardinha” para seu time e lembrou que o futebol teve também papel aglutinador, o que Simas confirmou: “Os clubes de bairro também tiveram papel de centros de sociabilidade. Em Botafogo, havia o Club de Regatas Botafogo e o Botafogo Football Club, que mais tarde se fundiram”.

 

Como bem lembrou Luiz Antonio Simas, “os bairros cariocas têm histórias fascinantes, absolutamente necessárias para se entender a nossa formação social”. É justamente essa “pegada” do quadro “Cultura Popular Carioca” que vai ao ar toda sexta-feira, às 10h40, no programa CBN Rio, apresentado por Fernando Molica, de segunda a sexta, das 9h30 ao meio-dia, e aos sábados, das 10h ao meio-dia, na Rádio CBN (AM 860 KHz e FM 92,5 MHz).
 

Excepcionalmente, esse bate-papo gravado na Travessa vai ao ar sábado, dia 29, às 11h. Vale a pena conferir.

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload