© 2017 CURTA BOTAFOGO | Direitos reservados | Reprodução autorizada desde que citada a fonte. 

  • Antonio Augusto Brito e Carla Paes Leme

Festival do Rio 2019


Começa, nesta segunda-feira dia 9, a 21ª edição do Festival do Rio, um dos mais importantes festivais de cinema do mundo. Até dia 19, o festival vai exibir uma seleção de 100 filmes estrangeiros, além de várias mostras do cinema nacional, em 15 salas do Rio e de Niterói. Em Botafogo, o Festival do Rio 2019 acontece nos cinemas Estação Net Botafogo e Estação Net Rio.

Sem patrocínio da Petrobras, por decisão do Governo Federal, que parece temer a força do cinema nacional – até cartazes das paredes da ANCINE andaram retirando –, o Festival do Rio resiste. Com apoio de muitos colaboradores, apoiadores, produtores e amigos do mundo todo, os organizadores conseguiram montar um festival um pouco mais compacto esse ano, mas nem por isso menos importante. O evento traz uma seleção de melhores filmes do ano e os mais esperados da próxima temporada. Entre eles, estão “Você não estava aqui” (Sorry We Missed You), de Ken Loach, “Uma vida oculta” (A Hidden Life), de Terrence Malick, “O caso Richard Jewell” (Richard Jewell), de Clint Eastwood, “Os mortos não morrem” (The Dead Don’t Die), de Jim Jarmusch, “Tommaso”, de Abel Ferrara, “Quarto 212” (On a Magical Night), de Christopher Honoré, “Frankie” de Ira Sachs, com Isabelle Huppert, “Judy”, de Rupert Goold, com Renée Zellweger, “A interrupção” (The Halt), de Lav Diaz, “Matthias & Maxime”, de Xavier Dolan, “Um lindo dia na vizinhança” (A Beautiful Day in the Neighborhood), de Marielle Heller, com Tom Hanks, “O traidor”, de Marco Bellocchio, “Family Romance”, de Werner Herzog, “Vitalina” Varela e “No quarto de Vanda”, de Pedro Costa, “O jovem Ahmed”, de Jean-Pierre e Luc Dardenne.

Na mostra Première Brasil – que inclui as mostras competitivas e obras hors concours –, serão mais de 80 filmes nas categorias “Ficção”, “Documentário”, “Novos rumos”, “Curtas”, “Retratos musicais”, “Itinerários únicos”, “Brasil fronteiras”, e “Brasil geração”.

O Festival do Rio é um patrimônio cultural do Rio de Janeiro e dos brasileiros que precisa ser preservado. Vamos todos ao cinema prestigiar a cultura!

Confira aqui a programação completa.


26 visualizações