© 2017 CURTA BOTAFOGO | Direitos reservados | Reprodução autorizada desde que citada a fonte. 

  • Curta Botafogo

Português maluco beleza


Foto de Raul Seixas que ilustrou a capa do disco "Há dez mil anos atrás"

“Eu nasci há dez mil anos atrás”, assim cantava Raul Seixas num de seus maiores sucessos.

Aproveitando que no próximo dia 21, faz 28 anos que o rock brasileiro perdeu o cantor e compositor, vou falar de licença poética.

Poesia pode tudo, inclusive subverter regras, mas é bom que a gente saiba que está errado dizer “há dez mil anos atrás”. É redundante! Basta usar “há” ou “atrás”, não os dois juntos.

Exemplo:

Eu nasci há dez mil anos.

ou

Eu nasci dez mil anos atrás.

Ou um ou outro. Deu para entender?

Aulinha rápida, mas muito útil. Até porque a gente ouve esse tipo de erro diariamente, não é mesmo?

Então, não esqueça: ou usa “há” ou “atrás” para falar em tempo decorrido, passado.

* Carla Paes Leme é jornalista, revisora e dá aulas particulares de gramática desde a juventude. Atualmente, cumpre, diariamente, a missão dada, do Além, por Machado de Assis: preservar o Português, que, ao menos em Botafogo, há de ser imortal.

Artigos anteriores

Missão dada é missão cumprida

Mas eu quero é mais

Salvem o Português! Devolvam suas preposições!

Venha para aula você também, venha!

Para não confundir a fruta com a cor

Conjunção perifrástica não é palavrão

"Mim" não faz nada; quem faz sou "eu"

A partir de agora você não errará mais

Usar mal o acento agudo é grave?

Estrangeirice à portuguesa

Bom é não confundir mau com mal

Andanças: onde ou aonde?

Meu nome é trabalho

#português #brasileiro